sexta-feira, 15 de agosto de 2014

MARÍLIA MEDALHA, 70 ANOS

No último mês de julho, a artista carioca completou sete décadas de vida




Irmã do pianista Luís Medalha, aos cinco anos cantava para amigos da família e, adolescente, frequentava reuniões musicais, quando conheceu Sérgio Mendes e Tião Neto. Iniciou sua carreira artística na década de 1960, apresentando-se em Niterói (RJ) com Tião Neto e Sergio Mendes, em espaços como o Clube de Regatas de Icaraí e o Clube Central. Em 1965, participou em São Paulo da montagem de "Arena Conta Zumbi", peça de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri, pela qual foi contemplada com o prêmio de Atriz Revelação do ano, conferido pela Associação Paulista de Críticos Teatrais. Em 1967 dividiu o palco com Edu Lobo, em show realizado na boate Zum Zum (RJ). Participou, também nesse ano, do III Festival de Música Popular Brasileira (TV Record), interpretando com Edu Lobo a música "Ponteio" (Edu Lobo e Capinam), classificada em 1º lugar no evento. Sua carreira tomou um decisivo impulso a partir do grande sucesso de "Ponteio". Nesse mesmo ano gravou seu primeiro LP, "Marília Medalha". No ano seguinte, participou de mais uma edição do Festival de Música Popular Brasileira (TV Record), classificando em segundo lugar a canção "Memórias de Marta Saré" (Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri), também defendida em dueto com Edu Lobo. Ainda em 1968, classificou em 3º lugar, na I Bienal do Samba (TV Record), a composição "Pressentimento" (Elton Medeiros e Hermínio Belo de Carvalho), incluída em seu segundo LP, "Marília Medalha", lançado nesse ano, e que se tornou o seu maior sucesso individual.



Em 1970, apresentou-se com Vinicius de Moraes e Toquinho no Teatro Castro Alves (Salvador/BA) e na boate La Fusa (Buenos Aires/Argentina). O espetáculo gerou o LP "Como dizia o poeta - Vinicius, Toquinho e Marília Medalha", com canções de Vinicius de Moraes como "Tarde em Itapoã" (c/ Toquinho), que se tornou um grande sucesso, entre outras, além de parcerias do poeta com a cantora nas canções "Valsa para o ausente" e "O grande apelo". Nos dois anos seguintes, continuou excursionando pelo exterior com Vinicius de Moraes e Toquinho. Em 1972, lançou o LP "Encontro e desencontro - Marília Medalha e Vinícius de Moraes", que registrou exclusivamente canções de sua autoria com letras de Vinicius de Moraes, como "Se o amor pudesse" e "Mr. Toquinho", além de "Moinho d'água" (c/ Joãozinho e Vinicius de Moraes). Ainda em 72 gravou o LP "Caminhada", que incluiu composições próprias como "Estrada nova", "Amanheci", "Água escondida" e "Caminhada", todas com Roberta Faro, "Mortalha fria" (c/ Antonio C. Falcão) e "Xaxado de espantar tristeza" (c/ Vinicius de Moraes), além de canções de outros autores como "Caminhemos" (Herivelto Martins) e "Fim do mundo" (Fagner e Fausto Nilo), entre outras. Também em 1972, apresentou-se no Teatro da Praia (RJ) com o show "Caminhada". Dois anos depois, participou, ao lado de Zé Kéti e João do Vale, da nova montagem do show "Opinião", de Oduvaldo Viana Filho, Paulo Pontes e Armando Costa, dirigida por Bibi Ferreira.

Em 1978, gravou o LP "Bóias da luz", com destaque para canções como "Nós os grandes artistas" (Gonzaguinha), "Natalino José do Nascimento" (Zé Keti) e "Depois que foi embora" (Fernando Leporace), além da faixa-título (Sueli Costa e Abel Silva), entre outras. Durante praticamente toda a década de 80, sua carreira ficou restrita a São Paulo, onde se apresentou esporadicamente. Lançou, em 1992, o disco "Bodas de vidro", registrando composições próprias como "Canção da canção que nasceu" (c/ Vinicius de Moraes) e "Porto aberto" (c/ Dulcinéia Pilla), além de músicas de outros compositores, como "Poeta" (Márcio Proença e Paulo César Pinheiro) e "Ah! Se eu pudesse" (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli), além da faixa-título (Sueli Costa e Paulo César Pinheiro), entre outras. um dos grandes talentos revelados na Era dos Festivais, Marília Medalha teve que deixar sua carreira de lado durante a década de 70, quando seu marido foi preso pela ditadura militar e a cantora sofria perseguição política, a impedindo de trabalhar.



Discografia Oficial

Compacto (Philips) (1967)
Faixas:
01 - Ponteio (Edu Lobo - Capinan) (Com Edu Lobo)
02 - Diana Pastora (Fernando Lobo - João Mello)


Compacto (Philips) (1967)
Faixas:
01 - Menina Da Agulha (Sidney Miller)
02 - Água Morta



Marília Medalha (Philips) (1967)
Faixas:
01 - Camisa Listada (Assis Valente)
02 - Frevo Rasgado (Gilberto Gil - Bruno Ferreira)
03 - O Bem do Mar (Dorival Caymmi)
04 - Pau-de-arara (Luis Gonzaga / Guio de Morais)
05 - Luto (Nelson Cavaquinho - Sebastião Nunes - Guilherme de Brito)
06 - Maria Moita (Carlos Lyra - Vinicius de Moraes)
07 - Marina (Dorival Caymmi)
08 - Trevo de Quatro Folhas (I'm Looking Over a Four Leaf Clover) (M. Dixon - H. Woods - Vrs. Nilo Sergio)
09 - Coração Vagabundo (Caetano Veloso)
10 - A Banca do Distinto (Billy Blanco)
11 - Pra Dizer Adeus (Edu Lobo - Torquato Neto)
12 - A Lua Girou (Fernando Lona - Julio Ricardo)



Compacto (Philips) (1968)
Faixas:
Faixas:
01 - São Paulo, Meu Amor (Tom Zé)
02 - Atento, Alerta (Egberto Gismonti - Paulo Sergio Valle) (Com Egberto Gismonti)



Marília Medalha (Philips) (1968)
Faixas:
01 - Glória (Tom Zé)
02 - Arrependimento (Silvio Caldas - Cristóvão de Alencar)
03 - Jogo de Viola (João Alberto P. Soares - Paulinho do Pinho)
04 - Bonina (Caetano Veloso / Capinan)
05 - Memórias de Marta Saré (Edu Lobo - Gianfrancesco Guarnieri) (Com Edu Lobo)
06 - São Paulo Meu Amor (Tom Zé)
07 - E o Mundo Não Se Acabou (Assis Valente)
08 - Canção de Marta e Romão (Edu Lobo - Gianfrancesco Guarnieri)
09 - Velho Tema (Sergio Ricardo)
10 - Pressentimento (Élton Medeiros - Hermínio Bello de Carvalho)
11 - Três Cavaleiros (Joyce)


Compacto (Philips) (1968)
Faixas:
01 - Velho Tema (Sergio Ricardo)
02 - Bonina (Caetano Veloso - Capinan)
03 - Camisa Listada (Assis Valente)
04 - Marina (Dorival Caymmi)


Compacto (RGE) (1970)
Faixas:
01 - Zana (Jorge Ben - Toquinho - Gianfrancesco Guarnieri)
02 - Tudo De Novo (Toquinho - Gianfrancesco Guarnieri)


Como dizia o poeta (RGE) (Com Vinicius de Moraes e Toquinho) (1971)
Faixas:
01 - Tarde Em Itapoã (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Marília Medalha, Vinícius de Moraes e Toquinho
02 - Como Dizia o Poeta (Sobre o Adágio de Albinoni) (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Marília Medalha, Vinícius de Moraes e Toquinho
03 - Tomara (Vinicius de Moraes) - Marília Medalha e Vinícius de Moraes 
04 - Valsa Para o Ausente (Vinicius de Moraes - Marília Medalha) - Marília Medalha
05 - Samba de Gesse (Vinicius de Moraes) - Vinicius de Moraes
06 - A Tonga da Mironga do Kabuletê (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Toquinho, Viniciusde Moraes e e Monsueto
07 - A Bênção Bahia (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Marília Medalha, Vinícius de Moraes e Toquinho
08 - Mais Um Adeus (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Toquinho e Marília Medalha
09 - A Vez do Dombe (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Marília Medalha, Vinícius de Moraes e Toquinho
10 - O Grande Apelo (Vinicius de Moraes - Marília Medalha) - Marília Medalha
11 - Samba da Rosa (Toquinho - Vinicius de Moraes) - Toquinho e Vinicius de Moraes
12 - Melancia e Coco Verde (Vinicius de Moraes) - Vinicius de Moraes e Marília Medalha



Marília / Vinícius - A Canção e a Voz de Marília Medalha na Poesia de Vinícius de Moraes (RGE) (1972)
Faixas:

01 - Se o Amor Pudesse (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
02 - Moinho D'água (Marília Medalha - Joãozinho - Vinicius de Moraes)
03 - Canção Para o Grande Amor (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
04 - Meu Tempo (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
05 - Mr. Toquinho (Marília Medalha - Vinicius de Moraes) (Com Vinicius de Moraes)
06 - Sagarana (Marília Medalha) - Instrumental
07 - Ausência (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
08 - Algum Lugar (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
09 - Sem Razão de Ser (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
10 - Quem Ri Melhor (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
11 - Canção da Canção Que Nasceu (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
12 - Distante (Marília Medalha) - Instrumental


Caminhada (RGE) (1972)
Faixas:
01 - Caminhemos (Herivelto Martins)
02 - Estrada Nova (Marília Medalha - Roberta Faro)
03 - Deus Me Perdoe (Lauro Maia - Humberto Teixeira)
04 - Perseguição (Carlos Maia - Avelino de Souza)
05 - Fim do Mundo (Fagner - Fausto Nilo)
06 - Amanheci (Marília Medalha - Roberta Faro)
07 - Água Escondida (Marília Medalha - Roberta Faro)
08 - De Cigarro Em Cigarrro (Luis Bonfá)
09 - O Primeiro Clarim (Rutinaldo - Klécius Caldas) 
Mortalha Fria (Marília Medalha - Antônio C. Falcão)
10 - Caminhada (Marília Medalha - Roberta Faro)
11 - Xaxado de Espantar Tristeza (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)


Bóias de luz (Continental) (1978)

Faixas:
01 - Nós os Grandes Artistas (Gonzaguinha)
02 - Pela Rua (Ribamar - Dolores Duran)
03 - Natalino José do Nascimento (Zé Keti)
04 - Duas Caras (Elisa Lemos)
05 - Depois Que Foi Embora (Fernando Leporace)
06 - Bóias de Luz (Sueli Costa - Abel Silva)
07 - Motorista de Praça (Zé Keti)
08 - Iceberg (Sueli Costa - Aldir Blanc) (Com Dori Caymmi)
09 - Aldeia (Fernando Leporace)
10. Vai Meu Povo (Gonzaguinha)


Compacto (Continental) (1978)
Faixas:
01 - Nós os Grandes Artistas (Gonzaguinha)
02 - Iceberg (Sueli Costa - Aldir Blanc) (Com Dori Caymmi)


Bodas de vidro (Niterói Discos) (1992)
Faixas:
01 - Poeta (Márcio Proença - Paulo César Pinheiro)
02 - Canção da Canção Que Nasceu (Marília Medalha - Vinicius de Moraes)
03 - A Dois (Sueli Costa - Ana Terra)
04 - Lagoa e Vulcão (Márcio Proença - Marco Aurélio)
05 - Ah Se Eu Pudesse (Roberto Menescal - Ronaldo Bôscoli)
06 - Bodas de Vidro (Sueli Costa - Paulo César Pinheiro)
07 - Quero Saber Agora (Fernando Leporace)
08 - Nunca Mais Adeus (Sueli Costa - Ana Terra)
09 - Porto Aberto (Marília Medalha - Dulcinéia Pilla)
10 - Recompensa (Márcio Proença - Paulo César Pinheiro)
11 - Não Me Diga Adeus (Paquito - Luis Soberano - João Correia da Silva)


Fonte: Cantoras do Brasil

0 comentários:

LinkWithin