domingo, 6 de setembro de 2015

MAESTRO ALOYR MENDES, 80 ANOS

Pianista, Em 1950, iniciou seus estudos no Conservatório do Distrito Federal, na época, Rio de Janeiro. Estudou teoria musical e harmonia com o professor Paulo Silva e orquestração com os maestros Cipó, Erlon Chaves e Milton Calazans.


Iniciou sua vida profissional em 1953.

Atuou em várias orquestras regionais e pequenos conjuntos de bailes. Como músico, acompanhou diversos artistas da MPB em shows e gravações em estúdios.

Em 1959, trabalhou como pianista no Hotel Novo Mundo.

Entre 1960 e 1963, atuou na casa noturna Dancing Avenida. No ano seguinte, passou a tocar na boate Drink.

No ano de 1964, passou a trabalhar na TV Excelsior, no programa do Chacrinha. Como diretor musical dos programas "Discoteca do Chacrinha" e "Buzina do Chacrinha", permaneceu até 1988, sempre acompanhando o apresentador na diversas emissoras: Globo, Tupi, Record e Bandeirantes.

Entre 1989 e 1993, trabalhou no Hotel Sheraton. Por essa época, fez quatro viagens à Europa a convite do empresário Cristóbal Ibañez, radicado em Madri. Esteve duas vezes nos Estados Unidos: em 1990, no Festival Ibero-latino-americano na Flórida e em 1993, em Los Angeles. Por essa época, fez turnê em países do Extremo Oriente: Japão, China, Hong-Kong, Cingapura, Tailândia e Indonésia.

No ano de 1996, integrando um grupo espanhol, apresentou-se na Rússia.

Na década de 1990, atuou regularmente em vários shows e bailes, além de trabalhar no Hotel Sheraton.

No ano 2000, a Emi Music lançou a caixa com seis CDs 100 anos de música brasileira, produzida por Ricardo Cravo Albin. Em um dos discos, participou tocando piano na faixa "Ô abra-alas", de Chiquinha Gonzaga, interpretada por Ellen de Lima e Carmélia Alves.


Fonte: Dicionário da MPB

0 comentários:

LinkWithin