domingo, 18 de março de 2012

CONTEMPORANEIDADE E TRADIÇÃO FUNDEM-SE EM "LÊ", ÁLBUM DE ESTREIA DE LETÍCIA SCARPA

Em seu primeiro álbum, Letícia Scarpa expõe em sua musicalidade as diversas influências intrínsecas e externas a partir de uma ótica que transpassa todos os tipos de rótulos e ritmos.

Por Bruno Negromonte



Não é engano, é bem provável que você realmente deva ter ouvido o nome desta artista presente este mês aqui no espaço do Musicaria Brasil. Na televisão Letícia Scarpa já foi apresentadora da TV Cultura em programas como o "Vestibulando" e "Projeto Ipê" e na TV Bandeirantes em programas como o "Super Sessão Philco" e "Raio X do ABC" e atuou em novelas no SBT (Éramos Seis e Pérola Negra), além da série Telecurso 2000. Em mais de 20 anos de carreira a artista participou também de diversas peças teatrais tais como O Sonho de Alice (musical infantil de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, dirigido por Tanah Corrêa, incluindo a gravação das canções) e A Sauna, de Nell Dunn, (ao lado de Liana Duval, Imara Reis, Suzy Rego e Ísis de Oliveira, com direção de Wolf Maya) entre outras; além disso, atuou no cinema no filme "Meninos de Deus" e exerce a profissão de locutora, tendo um extenso currículo sempre relacionado a qualidade naquilo que faz.

Letícia é considerada uma artista completa, tendo como diferencial a dedicação plena aos trabalhos em que se envolve, trazendo consequentemente um tipo de excelência a esses múltiplos projetos por ela abraçados. Quanto à música e as poesias não poderia ser diferente, as mesmas fazem parte do contexto da artista não é de hoje e como sempre escreveu poemas compor pra ela é algo natural. Além do mais estudou canto em locais como Instituto Magda Tagliaferro e Voice Centro de Educação Musical, onde fez também o curso de percepção musical, harmonia, improvisação, arranjo e composição. Isso talvez seja a justificativa mais coerente para explicar a segurança apresentada neste seu álbum de estreia. Há de se levar em consideração que talvez o disco só tenha surgido agora por ser o resultado da plenitude de uma aptidão inata ao seu talento, onde o tempo foi precioso para madurar ideias e melodias congênitas e que só agora afloraram neste álbum intitulado "", no qual participou também dos arranjos e da produção.




Pleno de brasilidade, este primeiro álbum de Letícia Scarpa traz uma significativa amostra de toda a diversidade musical existente em nosso país, imprimindo em cada uma das faixas uma expressiva tessitura trazida a partir de todas as suas vivências culturais mundo a fora; pois se existe um pessoa que pode ser considerada cidadã do mundo esse alguém chama-se Letícia Scarpa. De origem pernambucana e mineira, esta paulistana não só já andou pelos quatro cantos do mundo como também em cada um desses lugares bebeu de suas respectivas fontes culturais aglutinando e expondo a sua pluralidade pessoal a serviço da arte e da música. Suas incursões por ritmos genuinamente brasileiros são capazes de nos regozijar o suficiente para entendermos que sua vivência cosmopolita não deixou que fosse perdido ao longo das estradas por qual passou as suas diferentes raízes, a sua essência.





Na contextura do trabalho, além da Letícia encontra-se Edu Maranhão (produção, violões, programações diversas, bujão de gás, papel rasgado e amassado, pads, kazoo, coro, voz, triângulo, cabaça indígena), Peter Mesquita (baixos acústico, elétrico, com arco e fretless), Stanley(acordeon), Eduardo Macedo (flautas), Fábio Mauro e Leandro Brenner (violões e guitarras), Bruno Tessele (bateria), Fábio Sá (baixo elétrico), Digo do Cavaco(bandolim), Michele Wankenne e Rodrido Del Arc (coro), além de Alex Reis, Rafael y Castro, Júlio César, Kadu Fernandes e participação de Caito Marcondes nas percussões.

O álbum apresenta doze faixas que passeiam por sonoridades distintas, mas que ao mesmo tempo se completam nesse trabalho que traz em seu cerne um retalho de influências diversas, mostrando o retrato de um Brasil de uma pluralidade ritmica e cultural, seja nas composições da própria Letícia Scarpa ou na única canção que não faz parte da lavra da artista e é assinada por um de seus parceiros. A faixa que abre o álbum mostra de cara uma miscelânea interessante e instigante, que vai desde o jogo de palavras que compõe uma letra que evidencia uma estilística de repetição até a atípica sonoridade da melodia (composta por bujão de gás, papel rasgado e amassado). A impressão que tal canção me traz é que o ouvinte não consiga decifrar de fato aquilo que ela queira dizer na primeira faixa de forma tão clara, mas provavelmente isso será o chamariz que prenderá o ouvinte ao longo da audição do disco; tal qual o enigma da esfinge ao invés de decifrarmos nos deixamos devorar, pois acabamos nos rendendo ao encanto de sua melodiosa voz. Afirmo com toda convicção que nessa antropofagia rítmica "Um Canto" (de autoria da própria artista) não poderia ser a tradução melódica mais fiel. O álbum segue com "Zumbaiá" (Letícia Scarpa e Michele Wankenne), música que nos remete a mais genuína sonoridade produzida em nosso nordeste e conta com a participação especial do performático artista pernambucano Antônio Carlos Nóbrega. Na lavra das canções que trazem os recorrentes temas amorosos estão "Sublime" (Evaldo Tocantins, Michele WankenneLetícia Scarpa), "Ausência" e "Lá lugar nenhum" (ambas de autoria de Letícia Scarpa e Edu Maranhão), a primeira traz o amor sob a ótica da necessidade de vivê-lo em toda a sua plenitude, a segunda aborda o amor a partir da saudade enquanto a terceira traduz um amor quase infantil. De fato, a canção que nos remete a nossa infância é "Balão" (Letícia Scarpa e Edu Maranhão) que em sua letra quase pueril traz uma singeleza interessante, nos trazendo uma gostosa sensação de reminiscência.

Já "Mulher de mil mulheres" (Letícia Scarpa e Edu Maranhão) presta uma singela homenagem ao sexo feminino e todas as especiais peculiaridades existentes dentro de cada uma que as fazem múltiplas. No álbum também há temas que recorrem à natureza como é o caso de "Temporal" de autoria do Edu Maranhão (única canção que não leva entre os compositores a assinatura da cantora) e "O canto do passarinho" de autoria única de Letícia Scarpa. Entre as três últimas faixas que fecham o disco estão "Colorindo estrelas" (Letícia Scarpa e Michele Wankenne) que recorre novamente ao amor como eixo central e os os sambas "Blá bla blá" e "Toma lá dá cá" novamente de autoria da Letícia e da Michele. Ritmo tão contagiante não poderia faltar nesse mosaico de ritmos, e se apresentam de maneira vigorosa, inclusive em um dos sambas é dado o aviso: "a roda de samba é grande cabe quem quiser entrar". Vale trazer ao conhecimento dos nossos leitores que as faixas desse álbum de estreia têm feito parte dos playlist do programa "Som do Brasil - O melhor da Música Brasileira de Todos os Tempos", na rádio WKCR 89,9 FM de Nova York desde meados de junho do ano passado e este ano de 2012 encontra-se entre os pré-selecionados da maior premiação acerca de música em nosso país, o 23º Prêmio da Música Brasileira. Isso só atesta todas as qualidade da Letícia Scarpa enaltecidas aqui, reconhecendo um talento múltiplo o qual devemos dar boas vindas para o hall dos grandes talentos de nossa música.



Maiores Informações:
Site Oficial - www.leticiascarpa.com.br
Contato para shows e aquisição do álbum: leticia@leticiascarpa.com.br
Facebook (Página) - www.facebook.com/leticiascarpa.cdle
Myspace - www.myspace.com/leticiascarpa
Soundcloud - www.soundcloud.com/leticiascarpa
Vimeo - www.vimeo.com/leticiascarpa
Youtube - http://www.youtube.com/leticiascarpa
Reverbnation - http://www.reverbnation.com/leticiascarpa
Twitter - https://twitter.com/#!/leticiascarpa
Orkut - http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6130286763683139115




O álbum pode ser adquirido através dos seguintes endereços:
Tratore - http://www.tratore.com.br/artista.asp?id=19696
FNAC - http://www.fnac.com.br/le-FNAC,,musica-593666-2135.html
Livraria Cultura - http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=22636281&sid=87112415114116796549104760
Saraiva - http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3665560/le/
Belém (PA) - Ná Figueredo-Estação - Tel: ( 91)32123421
São Paulo (SP) - Baratos Afins - Tel: 11 3223-3629
São Paulo (SP) - Ponto do Livro - Tel: 11 2337-0506
São Paulo (SP) - Zaccara Cds - Tel: ( 11)3872-3849




Compra Online:
Amazon.com - http://www.amazon.com/exec/obidos/ASIN/B00595WDUQ/iopr-20
Itunes - http://phobos.apple.com/WebObjects/MZStore.woa/wa/viewAlbum?playListId=449652535
Sonora - http://sonora.terra.com.br/#/Artista/190041/leticia_scarpa
Rádio Uol - http://www.radio.uol.com.br/#/volume/leticia-scarpa/le/22670

3 comentários:

Naiana disse...

Sou fã! O álbum é muito bem produzido... Realmente a Letícia é boa em tudo que faz!

Naiana disse...

Amei esse álbum! Realmente a Letícia é boa em tudo que faz... Vale a pena, recomento demais!!!!

Naiana disse...

A Letícia está de parabéns! O álbum é maravilhoso... Definitivamente, essa mulher é boa em tudo que faz!!!

LinkWithin